Indo para Georgia

No dia da viagem eu ainda estava bem tranquila… Acordei, me arrumei, quase morri tentando fechar as malas, e fui pro aeroporto com a  tia Cecy e a Mariana. A tia Cecy é a minha mãe quando estou no Rio, e a Mari é quase uma irmã pra mim, pois somos amigas desde crianças. Chegamos super cedo ao aeroporto e ficamos fazendo hora e eu ainda nem estava me importando com o fato de que ia embora. Depois fomos pra frente da entrada do embarque, e aí ficou todo mundo meio calado…

Eu entrei super em cima da hora, passei por uma cabine, depois do detector de metal, pra mostrar minha autorização pra viajar sozinha, e fui pra perto do portão de embarque. Cheguei lá e liguei pro meu pai, e aí finalmente eu percebi que só ia voltar ano que vem, e aí eu comecei a chorar, meu pai chorou e a Mari ficou chorando lá fora, pois a tia Cecy ligou pros Estados Unidos e me contou. Enfim, todo mundo chorou!

O vôo foi bem chatinho, o avião super apertado, e não havia nem aquelas telas legais com música, jogos, e tudo mais… Meu vôo tinha escala em Miami, e quando eu cheguei lá era 4:15 am, a imigração tinha acabado de abrir.Mesmo tendo que andar no mínimo uns 2km pra chegar lá, eu fui uma das primeiras a ser atendida! Ai eu peguei a mala, entreguei pro pessoal da American Airlines, e aí eu fiquei super perdida! Meu voo para Atlanta era só às 11:20 am, então eu nem sabia qual era o portão de embarque ainda, e eu tive que ficar esperando, sentada numas cadeiras o tempo todo, dormindo e acordando, com medo de perder a hora… Resumindo, o aeroporto de Miami foi traumático! Mas depois que o portão apareceu no painel de partidas foi tudo mais fácil. Passei pelo detector de metais, peguei o trem para o terminal e fiquei esperando uns 50 minutos…

Chegando em Atlanta, peguei as malas de novo, elas pareciam mais pesadas, caíram, eu caí, um desastre… Depois eu tive que subir de escada rolante, isso mesmo, ESCADA ROLANTE, com duas malas que pesam quase a mesma coisa que eu!! Então eu encontrei a Mrs. Christiane Price, que ia me buscar. Ela tava segurando um cartaz com o meu nome. Depois ela me levou pro carro, me apresentou pro marido dela e fomos dar uma volta por Atlanta, porque ainda íamos voltar ao aeroporto para buscar outra intercambista, Agné, da Lituânia, e quando ela chegou nós fomos pra LaGrange. Mas eu dormi o tempo todo, então nem sei como é a estrada e tudo mais… Da próxima vez que eu for a Atlanta eu vejo. )

Anúncios

2 pensamentos sobre “Indo para Georgia

  1. Poxa, que blog clean! haha brincadeira!
    Poxa, já contaram que eu chorei! Pessoal fofoqueiro hehe
    Ri muito quando você falou da escada rolante! Imaginei na minha cabeça você fazendo isso!
    Minha mãe mandou um beijo pra você!
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s